Qual a diferença entre Estratégia e Tática

Qual a diferença entre Estratégia e Tática

Saber distinguir o que é estratégia  e o que é tática é essencial para quem atua na área de Marketing.

Os termos vão aparecer com demasiada frequência ao longo de sua carreira e, por mais trivial que soe, a verdade é que poucos realmente compreendem o que é cada conceito. Um artigo da Harvard Business Review chega mesmo a atestar que muitas estratégias falham por que não são realmente estratégias!

Para os líderes de Marketing (ou àqueles que proveem serviços à liderança das empresas), será seu dia-a-dia traçar estratégias e táticas, bem como assegurar sua correta execução rumo aos objetivos organizacionais.

Afinal, o que é estratégia? O que é tática? Quais as relações entre elas? Por que isso é tão importante?

Para sanar suas dúvidas e atuar de forma segura em sua empresa ou junto a seus clientes, recomendo que, para além da leitura do artigo e ilustrações, também assista ao vídeo em que falo sobre Estratégia e Tática, resumindo os pontos deste artigo, fazendo alguns aprofundamentos e adições, bem como ilustrando com alguns exemplos da minha vivência como consultor e professor:

Entenda os conceitos

Tanto “Estratégia” quanto “Tática”, ambos os termos têm origem militar e, por isso, vale tecer alguns parágrafos sobre o tema. O primeiro autor de Estratégia, Sun Tzu, diz que as táticas tratam do uso de força em combate, enquanto que a estratégia foca nos combates como forma de se alcançar os objetivos (em uma guerra, no exemplo militar de Tzu).

O estrategista pioneiro ainda é mais explícito: “todos os homens podem ver as táticas que uso para conquistar, mas o que ninguém consegue ver é a estratégia pela qual evolui a grande vitória”.

Em linhas gerais, você pode ter a estratégia de se destacar como executivo de Marketing em seu segmento, por exemplo. Nesse caso, suas táticas poderiam ser os cursos/formações que irá fazer, quem serão seus exemplos e inspirações profissionais e implementar conteúdo em blog e nas redes sociais para promover os diferenciais de sua carreira.

No caso de uma empresa, um bom exemplo seria imaginar que a estratégia seja se estabelecer em um novo mercado (digamos, uma multinacional portuguesa a entrar em Moçambique ou no Chile). As táticas poderiam ir desde abrir escritórios/lojas em sítios específicos, fazer campanhas em redes sociais e rádio para awareness, utilizar uma assessoria de imprensa especializada e investir no relacionamento com influenciadores, por hipótese.

A estratégia exige que você olhe para o futuro e trace cenários, enquanto que a tática mostrará os passos de curto prazo que o ajudarão a alcançar sua visão.

Veja a matriz a seguir, exemplificando os impactos da dedicação (ou falta dela!) nos esforços de sua organização. Perceba como se dá a relação entre Estratégia e Tática:

Relações entre Estratégia e Tática

A mensagem é muito clara: estratégia e tática são como unha e carne; compartilham dos mesmos fardos e bônus. É preciso que você, seja como consultor ou estrategista em uma empresa, esteja atento e se preocupe a casar bem os recursos em cada momento, para maximizar as chances de sucesso das suas responsabilidades em Marketing.

Agora, você irá entender o que é cada conceito. Após as breves definições, verá que preparei uma tabela comparativa, que certamente o ajudará muito.

O que é Estratégia

Algo essencial da estratégia é a necessidade de se alcançar uma sólida posição no mercado, por meio de crescimento e uma robusta seleção de produtous ou serviços. Um dos “pais” do pensamento estratégico moderno, Mintzberg, propôs o que é chamado de os “5Ps da Estratégia“, apontando os elementos centrais para o sucesso:

  • Plano: As ações estratégicas devem ser pensadas antecipadamente. São conscientes, racionais, e não feitas à base de achismos ou no afã de emoções.
  • Pretexto: Tentativas para confundir, propositalmente, a competição. Os grandes estrategistas são extremamente “paranóicos” em relação à concorrência.
  • Padrão: Deve ser trabalhada de forma consistente ao longo do tempo. A persistência e repetição ajudarão a alcançar os resultados.
  • Posição: A relação entre a organização e o meio. Trata de como devo posicionar meus recursos de maneira a interagir de forma estratégica com o ambiente.
  • Perspectiva: A forma como se enxerga o mundo. Como a organização e os envolvidos na estratégia atuam com visas a alcançar um comportamento diferenciado.

Perceba que a contribuição de Mintzberg foi dada com base na estratégia organizacional. Sua aplicação e todo o raciocínio, entretanto, naturalmente cabem para planos específicos, como o Planeamento Estratégico de Marketing na Era Digital.

O que é Tática

As ações táticas são utilizadas para se entregar a estratégia. Devem ser flexíveis, pois enquanto a estratégia é (deveria ser!) pouco mutável ao longo de dado período de tempo, as táticas precisam ser facilmente adaptadas, substituídas, acrescentadas ou removidas.

As táticas devem se preocupar em fazer bom uso dos recursos da empresa – pessoas, tempo, ferramentas, capital, entre outros. Por sua natureza, são mais específicas e imediatistas do que o direcionamento estratégico. Sua preocupação é de contribuir, pouco a pouco, a cada ação, com o alcance dos objetivos organizacionais, conforme norteados pela estratégia.

Seguindo essa linha, você provavelmente irá derivar que as táticas estão dentro da estratégia. Ambas devem atuar de forma unida, interligada. Ter um sem o outro é certeza de fracasso.

Resumo: Estratégia x Tática

Para usar em minhas aulas ou com meus clientes, preparei uma tabela que ilustra exatamente a que se refere cada conceito, bem como aponta as características, diferenças e similitudes entre estratégia e tática:

Características e diferenças entre Estratégia e Tática

Para finalizar, mais uma máxima de Sun Tzu: “Estratégia sem tática é a rota mais lenta para a vitória. Táticas sem estratégia são apenas ruídos antes da derrota”.

Assista a estas recomendações:

Compartilhe:
Compartilhe:

Nino Carvalho

Consultor e professor internacional, com mais de 20 anos de carreira em Estratégias de Marketing na Era Digital. Portfólio e experiência inclui algumas das maiores marcas do mundo, como Toyota, NFL, Ericsson, Dow, Dupont, EDP, MDS Group, Johnson & Johnson, IBM, Qualcomm, entre outras. É Mestre (IBMEC, BR), Pós-graduado em Strategic Marketing (CIM, UK) e PhD Candidate (Universidade do Porto, PT e University of Texas Austin, EUA).
Fechar Menu