You are currently viewing Ecossistema de Marketing para pequenas empresas

Ecossistema de Marketing para pequenas empresas

O Ecossistema de Marketing para pequenas empresas é mais enxuto e focado em questões estruturais de Marketing – as pequenas têm recursos mais limitados e precisam concentrar seus esforços no que é mais essencial

Você trabalha com Planejamento Estratégico de Marketing? Se sim, certamente você já teve que analisar o ambiente em que a sua empresa – ou a de seu cliente – está inserida. 

Apesar deste “exame” ser uma tarefa essencial, nem todos os clientes compreendem a sua importância – principalmente os que regem uma micro ou pequena empresa. A razão é simples: desconhecimento (não sabem o que é a relevância do ecossistema de marketing) e custos (as auditorias ambientais levam tempo e podem ser muito caras).

Por isso, quando se trata de Marketing para Pequenas Empresas, sugiro uma abordagem mais simples, direta e pragmática de trabalho. Essa metodologia alternativa irá ajudar tanto o seu próprio trabalho quanto na compreensão (e na compra do serviço) do cliente.

Detalho mais sobre o Ecossistema de Marketing para Pequenas Empresas no vídeo a seguir.

Ecossistema Estrutural de Marketing para Pequenas Empresas

 

O que é o Ecossistema de Marketing

Antes de começar qualquer estudo, é preciso compreender o que é, de fato, o que chamo de Ecossistema de Marketing. Na verdade, nada mais é do que o mesmo que os Ambientes de Marketing. Prefiro chamar de “ecossistema” por conta de perceber melhor recepção pelos clientes e de facilitar na compreensão do conceito.

Se você for pesquisar em livros ou no Google, encontrará como “Ambiente de Marketing” e, ainda mais comumente, com suas duas divisões: Macroambiente e Microambiente.

O que você encontrar nas auditorias ambientais e os insights que tiver, será justamente o que deverá alimentar a SWOT ao final do Diagnóstico Estratégico. E se você quiser entender melhor sobre todo o processo de um Planejamento Estratégico de Marketing na Era Digital, tenho post, vídeo e ebook aqui.

Bem, mas o importante para esse artigo é basicamente entender que há essa divisão e cada ambiente é composto de:

  • Macroambiente: fatores que tendem a estar mais distantes da organização e em relação aos quais a empresa não tem qualquer controle. São questões Políticas, Econômicas, Socioculturais, Tecnológicas, Naturais e Legais (conhecidas sob o acrônimo PESTEL). São as condições “gerais” do mercado. Se quiser saber mais, tenho uma mini aula sobre o Macroambiente aqui.
  • Microambiente: diz respeito aos fatores internos e imediatamente próximos à organização. Exemplos de questões internas: competências da equipe, variedade de produtos, reputação da marca, disponibilidade financeira etc. Exemplos de outros fatores microambientais tratam dos concorrentes, fornecedores, públicos.

Ecossistema Estrutural de Marketing para Pequenas Empresas

Pronto. O importante aqui é entender que, se você for uma grande empresa, seu Planejamento Estratégico de Marketing deve contemplar tanto o macro quanto o microambiente.

Como já disse, o Marketing para Pequenas Empresas é diferente. Essas organizações possuem severas limitações de recursos e, portanto, precisam investir bem, de forma a maximizar a eficácia de suas decisões.

Por conta disso, para as pequenas empresas especificamente sugiro uma visão alternativa de se tratar o Ambiente de Marketing. A solução é focar no que chamo de Ecossistema Estrutural de Marketing.

Marketing para Pequenas Empresas: Ecossistema Estrutural

O Ecossistema de Marketing para Pequenas Empresas (será similar para as Micro) é composto por três componentes: Públicos, Produtos e Concorrentes. Falo mais de cada um a seguir:

Público 

Foque nos seus clientes atuais e nos prospects. O seu cliente de hoje é tão importante quanto o de amanhã. Lembre-se: Marketing é atrair e manter clientes (Levitt, 1960 – uso e repito muito essa definição de um dos papas do Marketing). 

Trabalhe, sim, na atração de clientes – mas trabalhe o dobro para manter aqueles que já estão com você. Além disso, é dever do profissional de Marketing absorver o máximo de informações que ele conseguir sobre o público e seu comportamento. O que eles compram, os motivos da compra, onde vivem, o que fazem etc.

Ecossistema Estrutural de Marketing para Pequenas Empresas

 

Produtos

O que você vende? Por que você vende? Qual o potencial e o diferencial desse produto/serviço? Se você souber responder essas perguntas – e muitas outras mais – você conhece, de fato, o produto do seu trabalho. Isso é ainda mais fácil para micro e pequenas empresas.

Esses dois primeiros fatores são aqueles que o Consultor deve unir – é o princípio básico da venda. Alguém tem uma necessidade (público) e você tem um produto ou serviço para atender à necessidade. Tão simples quanto isso.

Concorrentes: a barreira (ou estímulo) da estrutura de Marketing para pequenas empresas

O que você quer, agora, é fazer esse casamento, esse matchjuntar sua oferta de produtos com seus públicos focais. O problema é que, infelizmente, o casório não é tão simples… mesmo que essas duas partes performem lindamente seus papéis, há um terceiro elemento que vai tentar impedir, de todas as formas, que essa junção aconteça: a concorrência.

Paranoia com a concorrência!

Pode parecer um tanto exagerado, mas devemos ser, sim, paranoicos em relação aos nossos competidores. Ser “paranoico” significa saber tudo sobre o concorrente: produtos, preços, processos, equipes, movimentos, estratégias… tudo! Aliás, esse conselho de ficar constantemente bitolado com a competição existe há milênios, desde o clássico A Arte da Guerra, de Sun Tzu (falo mais do livro e do autor nesse vídeo). 

Minha indicação para que você seja paranoico em relação à concorrência se dá por dois motivos: o primeiro, obviamente, é que a concorrência é o principal impedimento da interação entre nossos potenciais clientes e produtos. 

O segundo é que, sem uma boa “luta” entre fornecedores opostos, o mercado carece de bons competidores – e, assim, de opções qualificadas.

É uma das piores coisas, para todo o mercado, a existência dos maus competidores (e essa afirmação é do Michael Porter!). O mau competidor machuca, prejudica o mercado de uma forma geral. A boa competição, por outro lado, pode ser muito saudável e benéfica, elevando a barra dos fornecedores e estimulando melhores compradores

Ecossistema de Marketing para pequenas empresas

Ao ficar atento com seus concorrentes, você pode identificar potenciais falhas nos seus produtos e, dessa forma, trabalhar sempre para o melhor!

No vídeo abaixo, falo mais sobre o Ecossistema de Marketing para Pequenas Empresas. Veja aqui:


 

Viu como o Planejamento Estratégico de Marketing não precisa ser algo extremamente demandante? Mesmo se você trabalha com Marketing para Pequenas Empresas?

Ter uma visão mais direta do processo, quando possível, pode colaborar para a melhor compreensão do cliente!

Ficou com alguma dúvida? Se quiser, pode falar comigo por meio das minhas redes sociais – Instagram, Facebook e LinkedIn – ou pelo formulário de contato no blog. Ficarei muito feliz em te ajudar!

Deixe um comentário