Como vender o Marketing internamente?

Como vender o Marketing internamente?

O que fazer para vender o Marketing internamente, ou seja, dentro da própria empresa? Como desmistificar julgamentos equivocados e educar os funcionários acerca de seus fundamentos?

“Toda empresa, antes de qualquer coisa, é uma empresa de Marketing”

Essa afirmação faz parte do legado de Peter Drucker, um dos pilares da Administração moderna, e também tido como o “pai” da Consultoria Empresarial. E de fato: toda e qualquer organização, mesmo que de maneira inconsciente, trabalha e depende do Marketing – independente do setor, porte, produtos e públicos. 

É essencial que o Marketing esteja presente em todas as atitudes, ideias e apostas – literalmente, permear toda a organização com a intenção de atrair e manter clientes.

Infelizmente, de maneira adversa ao pensamento de Drucker, o Marketing ainda é amplamente desvalorizado entre as empresas. Pensando nisso, neste artigo/vídeo, apresento quatro questões que, se bem tratadas, te auxiliarão a vender e instaurar o pensamento de Marketing internamente, de forma a alavancar o desenvolvimento bem-sucedido da sua empresa ou do cliente.

1) Retorno financeiro: a maior preocupação das empresas

Toda e qualquer empresa, independente do seu porte ou setor, tem como objetivo o lucro. Sendo assim, é natural que a mentalidade entre os funcionários – desde o CEO até o estagiário mais novo – seja voltada para atitudes e ideias que demandem investimentos menores e/ou tragam maiores receitas.

O foco no financeiro tende a ser um grande problema para o Marketing.

Considerado um gasto sem grandes utilidades para a organização, o Marketing pode perder seu significado e ser reduzido às mídias sociais, PPTs bonitinhos… tudo muito distante da sua essência.

2) A aproximação entre Marketing e Comercial

Meu conselho para resgatar o valor basal do Marketing para a empresa é começar pela aproximação com setor Comercial dela. O motivo é simples: se bem alinhado ao departamento que, oficialmente, traz dinheiro, o Marketing tem a oportunidade de mostrar o quanto as duas áreas são complementares ao sucesso uma da outra

É o setor Comercial que pode comprovar os benefícios diretos que o Marketing bem desenvolvido pode trazer à empresa. Dessa forma, a essência – e até primordialidade – do Marketing pode ser resgatada e começar a jornada para permear por toda a organização.

3) Todos que fazem parte da organização são clientes… Internos!

Outra dica valiosa é compreender que o Marketing não é uma ferramenta a ser utilizada apenas externamente… Ao aplicar, desenvolver e, principalmente, trabalhar a importância do Marketing da sua empresa entre os funcionários, cria-se uma atmosfera em que todos – mesmo que inconscientemente – se dediquem à atração e manutenção de clientes.

E veja bem: aqui, não estamos falando de Endomarketing! Tenho uma opinião contrária ao termo e acredito que seu uso equivocado e oportunista só trouxe prejuízos ao  Marketing (exclusivamente no Brasil, aliás!). Falei mais profundamente sobre isso no meu artigo “Growth Hacking é o Novo Endomarketing?”, que você pode acessar aqui.

4) O Marketing é primordial e complementar ao mesmo tempo

Em quase todos os meus artigos, reitero a importância de educar, tanto o público interno quanto externo de uma empresa, acerca do Marketing e os motivos pelos quais ele deveria ser a prioridade de qualquer organização.

Ao mesmo tempo, reconheço que esse comportamento, de início, pode gerar um certo desconforto entre equipes – principalmente do Departamento Financeiro.

Por isso, meu conselho é reproduzir uma prática que chamo de “morde e assopra”: ao mesmo tempo em que você deve frisar a relevância vital do Marketing para a empresa, você deve se ater à complementaridade do Marketing para outros setores, como o Comercial, RH, TI, Produto, entre tantos outros.

Assim, você cumpre com o seu papel de centralizar o Marketing nas ações e ideias da empresa sem criar um clima desconfortável, de rivalidade e desconfiança com as outras equipes. Consequentemente, o Marketing não será subestimado ou evitado, e certamente trará ótimos frutos para a organização.

Conto com você para ajudar a resgatar o real sentido do Marketing. Caso queira compartilhar a sua opinião ou falar sobre outros assuntos, não hesite em entrar em contato comigo através dos meus perfis nas redes sociais (Linkedin, Facebook e Instagram), ou pelo meu formulário de contato no Blog. Estarei à disposição para lhe ouvir e ajudar!

Deixe uma resposta